Menu

Fetrafi-RS sedia lançamento da Frente em Defesa da Soberania Nacional

08/10/19
Fetrafi-RS sedia lançamento da Frente em Defesa da Soberania Nacional

Movimentos sociais, sindicatos, artistas e políticos de diversos partidos participaram do ato

 

 

A sede da Fetrafi-RS recebeu, nesta segunda-feira, 7 de outubro, políticos de diversos partidos, representantes de sindicatos e movimentos sociais, além de artistas reconhecidos da cultura gaúcha, para o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional. O ato contou com cerca de 500 participantes.

"Neste momento em que os bancários estão envolvidos em defender os bancos públicos, é importante que a gente compreenda que a luta vai para além disso. A luta é em defesa da soberania nacional porque a tentativa da privatização dos bancos é parte de um projeto de entrega do nosso país, de todas as nossas riquezas nacionais”, afirmou o diretor de Comunicação da Fetrafi-RS, Juberlei Bacelo. "Nos orgulhamos do lançamento dessa Frente ter sido na Federação dos Bancários e a nossa presença aqui é por essa compreensão: defender a soberania nacional, é defender as empresas públicas e os direitos do nosso povo.”

A diretora de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, Denise Falkenberg Corrêa, falou em nome da Frente Brasil Popular e pela Marcha Mundial das Mulheres. "Pela autonomia das mulheres, que não tem lugar no fascismo, pedimos a todos e todas que se somem a nós nessa luta”, conclamou.

A coordenadora do Comitê Nacional pela Defesa das Empresas Públicas e representante dos funcionários no Conselho de Administração da Caixa Federal, Rita Serrano, destacou que falar sobre soberania é "falar em emprego, em desenvolvimento, em melhores condições de vida e trabalho”. "Neste momento, como vamos chegar nisso, com esse processo de desmantelamento do patrimônio público brasileiro?”, questionou, lembrando a retirada da exclusividade da Caixa sobre os recursos do FGTS.

A Frente tem como presidente de honra o ex-senador Roberto Requião (MDB). Ele e o secretário do órgão, deputado federal Patrus Ananias (PT), participaram do ato ao lado de políticos de diversos outros partidos, como PCdoB, PSol e PDT. "A frente política é diferente de partido, ela se caracteriza por se opor a alguma coisa. Essa que estamos propondo vai se opor ao liberalismo econômico, em defesa da nossa soberania”, explicou Requião. Ananias declarou que a iniciativa "pretende aprofundar e levar a reflexão às famílias, igrejas, movimentos, escolas, universidades”.

O lançamento foi promovido pelo portal Brasil de Fato, Rede Soberania, MST, Levante da Juventude, Movimento Povo sem Medo, Frente Brasil Popular e CUT.

 

Fonte: Contraf-CUT





Imprimir está pagina