Menu

Bolsas para pós-graduação atendem à reivindicação assegurada no ACT

19/04/17
Bolsas para pós-graduação atendem à reivindicação assegurada no ACT

Seleção vai oferecer 500 vagas este ano. Incentivo à escolaridade consta na cláusula 55 do Acordo Coletivo de Trabalho 2016-2018

A Caixa Econômica Federal divulgou a sistemática para seleção do Incentivo à Pós-Graduação Lato Sensu 2017. O período para manifestação de interesse dos empregados começou no dia 17 de abril. A medida atende à reivindicação dos empregados do banco, assegurada no Acordo Coletivo de Trabalho 2016-2018, aditivo à Convenção de Trabalho (CCT), fruto da greve de 31 dias ocorrida no ano passado.

Confira o Informe divulgado pela Caixa.

Confira o Perguntas e Respostas preparado pela Caixa.
 
De acordo com referida cláusula 55 do ACT, serão oferecidas, em 2017 e 2018, 1.600 bolsas de incentivo à elevação da escolaridade: até 300 para graduação, até 500 para pós-graduação e até 800 para idiomas, em cada ano do acordo. “Os colegas da Caixa não podem esquecer que a cada negociação lutamos intensamente para obter essas e outras conquistas”, diz Dionísio Reis, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa).
 
As 500 vagas para pós-graduação este ano serão distribuídas proporcionalmente à quantidade de inscritos pelas unidades. O interessado deverá atender a requisitos e condições para participar, bem como manifestar interesse, enviando formulário e pré-projeto de estudo. Os cursos ofertados têm relação com os temas das áreas em que o empregado é lotado.

Fonte: Fenae.





Imprimir está pagina